DarkmiraTour PHP 2017 – PHP, Comunidades, e Rock N Roll

Darkmira Tour PHP 2017

O que falar desse evento que foi simplesmente fodástico?

Mais uma vez tivemos a prova de que comunidades juntas conseguem fazer coisas sem limites.

Durante esse último fim de semana(27 e 28 de Maio de 2017) Brasilia recebeu o maior evento de Segurança e Boas Práticas em PHP do Brasil. Um evento que não apenas reuniu profissionais renomados em Brasilia, como também conseguiu reunir importantes comunidades de PHP espalhadas em todas as regiões do país.

Um encontro de comunidades, um encontro pessoas com um único intuito: Compartilhar conhecimento de forma de forma mútua e claro, comunitária.

Mais uma vez não conseguiria em um post descrever toda a grandeza do evento, mas separei alguns dos melhores momentos durante o evento.

 

  • Tudo começa com camisetas simplesmente joiadas 🙂

 

  • E quem encontramos na mesa? Sim, ele, Cirilo Grande Vale

 

  • Logo depois encontramos Jack Makiyama mostrando que veio preparado para servir as forças armadas.

 

  • E logo depois mostrando que na verdade é um vândalo, fazendo sinais satânicos em uma Universidade Católica, huehuehue

 

  • Mas não pára por aí, tivemos Leonn Leite falando sobre as novidades do Windows 🙂 #brinks

Continue lendo

Projeto e-Jovem – 6 anos que duraram uma vida

Há 6 anos atrás eu nada mais era do que um menino que antes pescava e vendia caranguejos com meu pai, e consertava bicicletas como forma de ajudar minha família.

Poderia descrever aqui todos os detalhes de como a caminhada de 6 anos foi dura e muitas vezes quase impossível. Mas não é um post pra isso.

Hoje, quando olho pra trás consigo perceber o quanto eu teria perdido se não tivesse sido salvo por um Projeto de caráter social e ampliador de horizontes.

Aquele menino que não via futuro além dos muros do bairro do Quintino Cunha, lugar onde não se plantam frutos e não se colhem histórias. Como poderia eu, filho de pescador me tornar “alguém na vida”?

Logo no inicio do meu Ensino Médio(escola pública), apareceu um Projeto que poderia ser aquele que mudaria toda a minha vida, e me daria as ferramentas necessárias para alterar meu futuro.

O Projeto e-Jovem era uma iniciativa através da Secretaria da Educação do Estado do Ceará que oferecia cursos de profissionalização na área de Tecnologia da Informação e Comunicação com Empreendedorismo Social. E sim, um curso desses ia ser ofertado na Escola onde eu estudava.

Várias dificuldades tentariam me manter fora do e-Jovem, começando pela minha idade(15 anos) indo até o fato de eu ainda estar no 1º ano do ensino médio.

Mas com ajuda do Stênio consegui entrar no curso, o aluno mais novo da turma. Algum tempo depois consegui minha primeira oportunidade de estágio, mas não se anime, ela só durou 4 dias(novamente por causa da minha idade). Mesmo sem muita perspectiva de estagiar durante o curso me mantive como aluno aproveitando cada minuto que o Projeto e-Jovem destinava aos alunos.

Ao fim do curso ainda consegui me tornar educador de Informática do Módulo I, ,mas claro, quem conhece a história toda sabe o quanto foi difícil (novamente devido a idade).

Em Novembro de 2012 o e-Jovem conseguiu finalmente (depois de 6 meses tentando me emancipar) me contratar para ser desenvolvedor e ajudar na tutoria. Essa contratação foi o ponto chave para o progresso.

O Projeto e-Jovem praticamente me colocou em um mercado de trabalho que eu nunca imaginei que fosse possível pra mim, nunca imaginei que um filho de pescador chegaria até ali.

Durante alguns anos me mantive focado em retribuir para a sociedade aquilo que o e-Jovem fez por mim.

Mas como tudo na vida tem um inicio e um fim, hoje depois de 6 anos atuando como aluno, educador, instrutor, tutor, criador de conteúdo, formador, e desenvolvedor é chegada a hora de dizer “bye” e continuar em um novo estágio da minha vida.

É com um grande pesar no coração que anuncio através desse post a minha saída do Projeto e-Jovem, é realmente um momento muito triste pra mim, mas ao mesmo tempo feliz, fico muito feliz em saber que cumpri corretamente cada missão confiada a mim durante todo esse tempo.

E por mais que tenha sido difícil entrar no Projeto, percebo que a dificuldade maior agora é sair 🙁

Sempre tentei adiar esse dia, sempre tentei adiar esse acontecimento, nunca estive preparado para tal escolha.

Não conseguiria aqui expressar toda a minha gratidão ao Projeto e-Jovem e seus colaboradores.

Através do e-Jovem consegui realizar vários e vários feitos pessoais e profissionais em minha vida:

Viajei todas as 14 macrorregiões do Estado do Ceará, passando por quase todos os 184 municípios, conhecendo a ponta do Projeto e-Jovem, seus alunos, e me emocionando ao ver que o Projeto e-Jovem não mudou apenas a minha vida, mas mudou e continua mudando a vida de milhares de jovens em todo o território cearense. Enchendo de sonhos e realizações aqueles que nunca pensaram que poderia ser possível ter uma vida diferente. Ampliando os horizontes e criando oportunidades onde antes não havia esperança.

Me tornei um bom profissional, sabendo atuar em várias áreas, tudo graças as portas que o Projeto e-Jovem me abriu.

E como se não bastasse conhecer o Ceará, quis conhecer o Brasil, e as primeiras viagens foram graças ao apoio do Projeto e-Jovem.

O Projeto e-Jovem me levou a fundar a Comunidade PHP com Rapadura, hoje umas das maiores e mais ativas comunidades de PHP do país. E fica claro que até a PHP com Rapadura é fruto do e-Jovem.

Enfim, tudo o que sou, novamente não pestanejo em dizer que é graças ao Projeto e-Jovem, que me deu oportunidades de realizar sonhos que antes eu nem tinha.

Pessoas como Julio Cavalcante, Flávia Rodrigues, Adriano Silva Lima, Átila da Silva Lima, Kátia Gomes, e vários outros colaboradores que influenciaram no meu crescimento profissional e pessoal. Meu povo, eu vos agradeço demais 😀 Sei que durante todo esse tempo não fomos uma equipe, fomos uma família.

Estou agora indo para um novo desafio, chega um momento que você precisa deixar outras pessoas aprenderem o que você tanto aprendeu, e por mais que eu me sinta realizado em trabalhar no Projeto e-Jovem é necessário dizer “adeus”, ou pelo menos um “até o futuro”.

Espero que durante todo esse tempo eu tenha sido útil, espero não ter desapontado o Projeto. Espero bastante que tenha contribuído na vida das pessoas assim como o e-Jovem contribuiu na minha.

E agora, nesse momento de tristeza e alegria, só tenho mais um pedido:

Projeto e-Jovem nunca se esqueça de mim, porque eu nunca me esquecerei de você!

PHPeste – A Conferência de PHP que veio pra ficar

Foto Capa

Eu não poderia deixar de escrever sobre essa magnifica conferência que foi o PHPeste, essa edição que aconteceu em terra Baianas, mais precisamente em Salvador-BA, nos dias 08 e 09 de Outubro. 2 dias de muita colaboração e comunidade.

Tenho o costume de detalhar os passos, então, infelizmente só consegui ir pra Salvador no dia 07(sexta-feira), me acordei as 04:30 para conferir se tava levando as rapaduras e a cachaça, e claro, meu chapéu de cangaceiro.

Pois bem, cheguei em Salvador, e o caba desenrolado que tava me esperando era ninguém mais ninguém menos que o “grande” Allan Barbosa, o caba é grande mesmo viu. Ele me levou pra UCSAL – Universidade Católica de Salvador, onde eu ministraria 2 mini-cursos “Programando com PHP enquanto come Rapadura” para a cambada de alunos da própria universidade.

Experiência fantástica, ministrei o 1º minicurso com 2 participantes mais que especiais, o João Pedro de apenas 13 anos, e o Daniel que era deficiente visual, mas mesmo assim provou que PHP é realmente para todos. Incrível experiência, agradeço muito ao Daniel por me mostrar que o PHP pode ser sim uma ferramenta de inclusão digital para todos.Foto do minicurso de PHP na turma da manhã

 

O dia continua, fomos almoçar, encontrei parte da galera de SP, e voltamos pra UCSAL para que eu pudesse ministrar o minicurso da tarde, também foi sucesso.

Foto da turma da tarde

 

A noite como não podia faltar, estavamos prontos pra começar os trabalhos, se é que me entendem. hehehe

Foto Cachaça e Crachás

Continue lendo

Uma Expotec para ficar pra história

Primeiramente vou falar um pouco sobre como tudo aconteceu até chegar a Expotec, se preferir pule 6 parágrafos.

Ano passado(2015), na Campus Party Brasil, em São Paulo, conheci pessoalmente o cara que mais me inspirou a ser de fato um ativista do Movimento Software Livre. Lembro-me de ter deixado em sua mesa uma Rapadura em um saquinho de dindim junto com meu cartão de visita.

Logo após fui falar com o mesmo, dizer que era um apreciador do seu trabalho e que tinha participado de uma de suas oficinas de  Zimbra (CONSEGI – DF – 2013) e até ajudei a galera a usar um pouco o terminal durante a oficina.

O mesmo não lembrava de mim, mas também, hoje como palestrante não me lembro de todo mundo que assiste minhas palestras hehehe.

Muito bem, ele me apresentou a Expotec e me disse que se eu conseguisse ir o meu ingresso estava garantido. Então, chegou Maio e fui por conta própria para a Expotec, de carro e me hospedando na casa de um amigo de um colega meu.

Aproveitei ao máximo o evento, ministrei palestras, oficinas, conheci a nobre comunidade PHP-PB e até bebi com eles. 😀

Mas, infelizmente não consegui participar de todos os momentos de desconfêrencia, participando apenas do jantar do Software Livre na sexta-feira a noite junto com vários outros amigos do Movimento: Anahuac, Paulo Henrique Santana, Valéria Barros, Kamila Brito, Hagadir, entre outros.

Mas enfim, a Expotec este ano(2016) aconteceu de 25 a 27 de Agosto, onde tive o enorme prazer de receber o convite para compor a programação como um dos “Palestrantes Destaques” dos Eixos Software Livre e Desenvolvimento.

Eu como sou azilado submeto logo 5 talks, além de já ir participar de 1 painel, e também do encontro das comunidades de PHP, e a convite do nobre Cyrille Grandval auxiliá-lo em sua oficina de Certificação da Zend.

Beleza, as 5 talks são aceitas, mas apenas 3 são colocadas na grade. Anahuac disse que é porque não queria me explorar hahahhahaha.

Alguns meses antes do evento é anunciado um KeyNote, eu esperava bastante que fosse o Stallman, mas para minha enorme supresa era ninguém mais ninguem menos que Rasmus Lerdorf. Caraca véi, eu vou conhecer o cara que criou o PHP. Hahahah mal esperava o que estava por vir.

Continue lendo

O Wordcamp mais arretado do mundo

O Wordcamp mais arretado do mundo

aconteceu em Fortaleza, oficialmente nos dias 13 e 14 de Agosto de 2016. Digo isso porque a galera já vinha fazendo umas desconferênciazinhas durantes os dias anteriores ao evento.

O 1º Wordcamp Fortaleza foi sem sombra de dúvidas uma vitória, foi algo que foi planejado há 1 ano atrás, e que só foi possível de realizar com grande entusiasmo, trabalho duro, força de vontade, e companheirismo.

O grande Emanuel Rocha, vulgo @emanweb, idealizou a coisa toda, mas como é um Cearense distante já que mora em Las Vegas, ficou articulando de longe, e a galera aqui fazendo a coisa acontecer, em especial Luís e Camilinha.

Fortaleza, a tão linda capital do Sol, princesinha do Sertão foi a 90ª cidade a realizar o maior evento de WordPress do mundo. O evento contou com a ilustre presença de vários importantes membros da comunidade WordPress, entre eles, Rafael Funchal(SP), Claudio Sanches(SP), Guga Alves/Spider Guga(RJ), Quirino Neto(PB), Daniel Kossmann(PR), Leo Baiano(BA), Renato Alves(PE), Nicholas André(RN), Emanuel Costa(NV), e claro uma boa galera daqui do Ceará, pessoal do Kariris, QueroWorkar, PHP com Rapadura(Dorian Neto, João Neto, etc), entre outras comunidades.

Uma programação repleta de ótimas atividades, repleto de muito Software Livre, repleto de muita colaboração, desde encontrar empregos com WordPress até como criar lojas virtuais com woocommerce, passando por como ser um super herói no universo WordPress.

Continue lendo

O fim de um FISL para o Inicio de outro

Na semana passada participei do 17º FISL (Fórum Internacional de Software Livre) que aconteceu na Universidade Católica do Rio Grande do Sul entre os dias 13 a 16 de Julho de 2016 em Porto Alegre-RS.

Desde muito novo, quando comecei a entrar na área de Tecnologia, que diga-se de passagem era com Software Livre através da Casa Brasil, e um pouco depois através do Projeto e-Jovem.

Nunca pude ir ao FISL por motivos óbvios de custos financeiros com transporte, vendo que Fortaleza e Porto Alegre são 2 extremos dentro desse Brasilzão, e outros custos, como alimentação e hospedagem também me impediam de poder participar desse tão grande encontro da Comunidade de Software Livre.

Esse ano tive o prazer de ser convidado pra esse mega evento. Foi até interessantemente engraçado, porque no dia 1º de Abril, isso mesmo, dia da mentira, eu recebi um email do nobre companheiro Paulo Henrique Santana me convidando para ser palestrante no FISL. Claro que no momento de tão grande emoção nem percebi que poderia ser “pegadinha” tendo em vista que era 1º de Abril, heheheh. Não pude conter a emoção e saí correndo e pulando dentro de casa com aquela sensação que não se pode resumir com a palavra felicidade.

Me preparei psicologicamente durante 3 meses e meio para fazer uma grande participação, e claro, ser lembrado pelos participantes não só como um palestrante, mas como um Cabra da Peste Ativista do Movimento Software Livre que era desenrolado. Nos preparativos para o evento submeti algumas atividades, umas quatro na verdade hehehe.

Para minha felicidade uma das minhas melhores e mais acessíveis atividades foram aceitas, a oficina/workshop “Programando com PHP enquanto come Rapadura” uma atividade um tanto diferente de outras, pois nessa eu realmente levo rapadura pros participantes degustarem enquanto aprendem um pouco sobre uma linguagem de programação livre e que é usada por 82% da web.

Continue lendo

Um Encontro de Tecnologia chamado ERETEC

 

Nos dias 19 e 20 de Maio estive novamente na 3ª edição do ERETEC – Encontro Regional de Tecnologia, um evento natural de Pereiro-CE que aconteceu na Escola Estadual de Educação Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão.

Tudo começou em 2014. quando os Professores Lucas Vianna e Manoel Carvalho tiveram a grande ideia de criar um evento na Escola que pudesse reunir muita tecnologia na Região do Vale do Jaguaribe e proximidades. Uma forma de propiciar uma integração entre as universidades, institutos federais, Escolas Profissionais, e toda a comunidade do Município de Pereiro (terra do cantor Falcão), que conta hoje com aproximadamente mais de 15.000 habitantes.

O ERETEC iniciou na Quinta-feira, 19 de Maio, e só encerrou na noite do dia seguinte, sexta-feira, dia 20. Vale salientar que todo o encontro foi organizado pelos alunos da Escola, não apenas os alunos dos cursos de Informática e Redes de Computadores, mas também dos outros cursos. A escola conta com 7 cursos, sendo eles:

  • Secretariado Escolar
  • Redes de Computadores
  • Administração
  • Informática
  • Comércio
  • Agronegócio
  • Movéis

E claro, a supervisão de tudo isso atualmente fica sobre a responsabilidade do Professor Manoel Carvalho e do Professor Carlos Antonio, ambos dos cursos de Informática e Redes de Computadores. Mas toda a organização se dá porque os alunos são extremamente empolgados e realmente dão o sangue pelo Encontro.

Continue lendo

Darkmira Tour PHP Brasil – O evento que ama Comunidades

darkmira tour php br

Entre os dias 18, 19, e 20 de Março de 2016 na cidade de Brasília aconteceu um dos maiores eventos com foco na Fábrica de Softwares e Segurança da Linguagem de Programação PHP. O Darkmira Tour PHP Brasil que veio ao Brasil pela primeira vez e contou com a presença de mais de 300 pessoas, aproveitando 1 dia de workshops e 2 dias de palestras, ambos com conteúdos magnificamente escolhidos de forma caprichosa e detalhada.

O evento contou também com o apoio de várias comunidades do país, comunidades que a cada dia transformam a vida de várias pessoas. Ao todo foram 13 Estados Brasileiros participando do Evento, sendo eles: Ceará, Pernambuco, Paraíba, Bahia, Sergipe, Maranhão, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, e claro Distrito Federal.   Além de termos pessoas de outros locais do mundo: França, Luxemburgo, Amsterdam, Flórida.

comunidades

Continue lendo

Uma comunidade desenrolada chamada Vale Livre

Uma comunidade Desenrolada chamada Vale Livre

Este é o primeiro artigo da minha série de diligências pelo mêi do mundo.
Então, o que dizer dessa comunidade arretada que atua na região do Vale do Jaguaribe do Estado do Ceará, essa comunidade que surgiu com a intenção de fortificar o uso do Software Livre em todos os municípios envolvidos. Essa comunidade que fez o 2º maior FLISoL(Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre) do estado do Ceará, e que em menos de 1 ano realizou o 1º Vale Web Livre, o evento que tinha como objetivo mostrar que dá pra se tornar um desenvolvedor web invocado utilizando apenas tecnologias livres e abertas.

Vale Web Livre
Este evento, Vale Web Livre, aconteceu no dia 07 de Novembro de 2015, na UFC(Universidade Federal do Ceará) de Russas-CE, e contou com a participação de aproximadamente 140 pessoas, em sua maioria alunos das Escolas Estaduais de Educação Profissional, EEEP Professor Walquer Cavalcante Maia da própria cidade, e da EEEP Francisca Rocha Silva de Jaguaruana-CE, alunos dos cursos de Engenharia de Software e Ciência da Computação do campus, e membros da comunidade em geral.

Vale Web Livre
Ao todo foram 9 atividades, sendo 5 palestras, 3 oficinas, e 1 mesa redonda, eu ministrei a palestra de abertura “Desenvolvedor Invocado é aquele que usa software livre” e como de costume a oficina “Programando com PHP enquanto come Rapadura”, então deu pra ver que teve bastante rapadura nesse evento hehehe… Confira algumas fotos:

Rapadureiros Daniel das rapaduras
Meninos das Rapaduras Eu recomendo rapadura

Vale lembrar que o evento foi totalmente underground, ou seja, não teve patrocínio nenhum, foi todo feito através de muita força de vontade e garra dos alunos, em especial do Yan Vancelis, e com orientação do professor Doutor Dmontier Aragão, um evento gratuito que promete voltar no próximo ano com muito mais força e muito mais atividades.

Cheguei em Russas ainda na sexta, dia 06, onde conheci a Universidade e alguns dos organizadores, fizemos até uma breve desconferência com pizzas e uma boa conversa.

Desconferência Vale Web Livre

O ativismo do Movimento Software Livre é exatamente isso, essa vontade de compartilhar o conhecimento de forma livre e de fácil acesso, vale salientar aqui que todos que participaram das minhas atividades, participaram com fome de conhecimento, e é isso que precisamos, sede de ensinar e fome de aprender. Aos organizadores só tenho a agradecer o carinho e a emoção de todos ao fim do evento vendo que o mesmo havia sido um sucesso, aos participantes, em geral os alunos meus sinceros agradecimentos pela incansável vontade de aprender, sempre que participo de eventos voltados a alunos de escolas públicas, me sinto honrado, pois lembro de onde vim, e sei que estou meio que retribuindo a vocês o que um dia me foi concedido. Ninguém deveria fechar o conhecimento, ninguém deveria privar o ensino.

Programando com PHP enquanto come Rapadura Programando com PHP enquanto come Rapadura

Quero salientar também o passo para a liberdade de software que a comunidade anda tomando em relação aos laboratórios do campus, que antes possuíam Ubuntu em seus computadores e agora começaram a migrar pro Debian, isso é de fato um avanço pra implantação de Software Livre na Universidade.

Enfim, meus agradecimentos a todos os envolvidos, principalmente ao Yan Vancelis, pelo convite e pela acolhida em sua residência. Meus parabéns a comunidade, a parceria PHP com Rapadura + Comunidade Vale Livre vai longe! Que venha o próximo ano cheio de novas ações desta comunidade que só tende a crescer mais e mais!Vale Livre

Clique aqui para ver todas as fotos do evento!

Saudações Livres a todos e até a próxima 🙂