PHPeste – A Conferência de PHP que veio pra ficar

Foto Capa

Eu não poderia deixar de escrever sobre essa magnifica conferência que foi o PHPeste, essa edição que aconteceu em terra Baianas, mais precisamente em Salvador-BA, nos dias 08 e 09 de Outubro. 2 dias de muita colaboração e comunidade.

Tenho o costume de detalhar os passos, então, infelizmente só consegui ir pra Salvador no dia 07(sexta-feira), me acordei as 04:30 para conferir se tava levando as rapaduras e a cachaça, e claro, meu chapéu de cangaceiro.

Pois bem, cheguei em Salvador, e o caba desenrolado que tava me esperando era ninguém mais ninguém menos que o “grande” Allan Barbosa, o caba é grande mesmo viu. Ele me levou pra UCSAL – Universidade Católica de Salvador, onde eu ministraria 2 mini-cursos “Programando com PHP enquanto come Rapadura” para a cambada de alunos da própria universidade.

Experiência fantástica, ministrei o 1º minicurso com 2 participantes mais que especiais, o João Pedro de apenas 13 anos, e o Daniel que era deficiente visual, mas mesmo assim provou que PHP é realmente para todos. Incrível experiência, agradeço muito ao Daniel por me mostrar que o PHP pode ser sim uma ferramenta de inclusão digital para todos.Foto do minicurso de PHP na turma da manhã

 

O dia continua, fomos almoçar, encontrei parte da galera de SP, e voltamos pra UCSAL para que eu pudesse ministrar o minicurso da tarde, também foi sucesso.

Foto da turma da tarde

 

A noite como não podia faltar, estavamos prontos pra começar os trabalhos, se é que me entendem. hehehe

Foto Cachaça e Crachás

Enfim, chega a noite e aquela galera boa se reencontra: Mestre Abdala, Lenon e Leonn Leite, Marcel, Nickolas, Danilo, Rafael e Luciano Queiroz, Pokemao, Malukenho, Jack, Evandro, e muitos outros cabras da Peste fortalecendo assim essa aliança entre: PHP-SP, PHP com Rapadura, PHP-BA, PHP-PB, PHP-SE, PHP-PE, PHP-MT, PHP-DF, enfim, um verdadeiro encontro das comunidades de PHP do Brasil.

 

Começou então o 1º dia, muito PHP, muita gente boa, muita comunidade, o keynote principal, o nobre Anthony Ferrara, o caba é bom, sua mensagem mais importante(pra mim) foi: “Todos vocês são importantes pro PHP”, “nós somos o 1 %”:

Foto de Anthony dizendo que somos 1%

Foto de Anthony Ferrara

O caba se garante viu!?

Durante o dia tivemos várias palestras joiadas e com um conteúdo invocado.

Hora do almoço, simbora caçar pro bucho negada, e vamos nús(nós), porém vestidos:

Foto da galera indo pro Almoço

 

Aí vc pensa que não terá mais surpresas, mas aí chega a hora do coffee break da tarde e pá:

Acarajé pra negada degustar, e um Sanfoneiro animando o dia do Nordestino 🙂

Acarajé Foto Sanfoneiro

E pra encerrar o 1º dia com chave de ouro, uma mesa redonda sobre o emponderamento da mulher na area de TI.

Foto Mesa Redonda emponderamento da mulher na TI

Pronto, voltamos pra casa, um churrasco com Cachaça, Vodka, Cerveja, e claro, Rapadura 🙂

O 2º dia também foi bastante especial, começando com o keynote fodástico, Anderson Casimiro, vulgo Duodraco, falando sobre Comunidades. O chapéu quase não cabe na cabeçona dele, acho que ele também é Cearense ehhehehe:

Foto de Aderson Casimiro Duodraco

E nesse 2º dia teve até piada, o grande Pokemao mediou um concurso da pior piada, e quem ganhou foi malukenho com a piada “Como o programador PHP tira foto? – Composer” heheuheuehuehue

Veja o vídeo aqui https://twitter.com/malukenho/status/785646727013371905

Ah, o 2º dia também foi o dia da minha talk, “PHP & MongoDB para os acostumados com o Sol”, pelos comentários depois, parece que foi mais um momento stand-up do que palestra hahahahha.

 

E, encerramento, muitos brindes, camisas, canecas, livros, e até um ElePHPant Chili doado pela Darkmira Brasil.

Agora, um resumão sobre o evento é que não poderia deixar de agradecer ao Edy, Allan, Jonata, Hugo, e claro todos aqueles que contribuíram para que o evento fosse o que foi. Simplesmente fantástico, mais um PHPeste para ficar pra história. Mesmo sobre toda a dificuldade imposta, os cabras provaram que são cabras da Peste mermo, que vencem as adversidades, mesmo com todos os obstáculos eles apenas enxugam o suor e continuam na caminhada.

Esse PHPeste reanimou não só a comunidade PHP-BA, mas assim como no ano passado, esse PHPeste reanimou e fortaleceu toda a Comunidade PHP do Brasil 🙂

Em apenas um post não teria como falar todos os sentimentos que o PHPeste causa, eu apenas poderia dizer “PHPeste, mais que um evento, um encontro de comunidades”.

O evento chega ao seu fim mais uma vez, mas é apenas o fim de um ciclo para o inicio de outro, já que em 2017 teremos o PHPeste em terras alencarinas, isso mesmo, Fortaleza-CE, e já com data marcada: 06, 07,e 08 de Outubro de 2017.

Então, que venham os próximos PHPeste’s provando que o nome realmente retrata o que as comunidades do Nordeste são, Guerreiras, Desenroladas, Invocadas, Arretadas, e claro Comunitárias.

PHPeste, a conferência de PHP que veio pra ficar 🙂

Foto PHPeste Salvador

Deixe um comentário.